Rio de Janeiro
A+ A-

Notícias

Publicado em: 03/10/2016

Dr. Guilherme Tenius receberá homenagem do Crefito-2

Dr. Guilherme Tenius, ou “Fiapo”, como é mais conhecido, será um dos homenageados pelo Crefito-2 com a Medalha Dr. Fernando Lemos, em 2016. Ele é um dos fisioterapeutas mais reconhecidos na área esportiva e no voleibol brasileiro e, desde 1997, tem sido um dos grandes representantes da profissão no Brasil e no mundo, atuando nas equipes do técnico Bernardinho.


Quem acompanhou as transmissões das partidas da Seleção Brasileira de Voleibol Masculino nos Jogos Olímpicos Rio 2016 muito provavelmente ouviu falar do fisioterapeuta Dr. Guilherme Tenius, ou “Fiapo”, como é mais conhecido no mundo do esporte. Afinal, o profissional estava ao lado da quadra e do técnico Bernardinho, pronto para entrar em ação, como tem feito desde 1997. Atletas importantes, como Lucarelli, Lipe e Lucão sofreram com problemas físicos ao longo da competição, preocupando a Seleção e deixando o país apreensivo. Graças ao suporte da equipe técnica – e ao trabalho do fisioterapeuta – , os jogadores se recuperaram, entraram em quadra ajudaram o time a conquistar mais um ouro olímpico emocionante.

Seu trabalho tem sido uma vitrine para a qualidade da Fisioterapia e dos fisioterapeutas brasileiros, no país e no exterior. Por ajudar a construir a boa reputação da profissão com seu trabalho, o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 2ª Região (Crefito-2) o homenageará com a Medalha de Honra ao Mérito Dr. Fernando Lemos, durante a abertura da XVI Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, no dia 27 de outubro.

[Participe do evento. Clique aqui para fazer sua inscrição gratuita online].

Dr. Guilherme Tenius graduou-se em Fisioterapia pela SUAM, em 1995. Possui especialização em Fisioterapia Esportiva, foi um dos primeiros membros titulares da Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva (Sonafe) e, desde 1997, faz parte da equipe do técnico Bernardinho no time Unilever Vôlei. Ao lado do treinador multicampeão, iniciou sua trajetória nas Seleções Brasileiras de Voleibol: de 1997 até 2000, na Seleção Feminina; e de 2001 até hoje na Seleção Masculina.

Em 2013, ele concedeu uma entrevista exclusiva ao Crefito-2, onde contou toda sua trajetória, desde a escolha da Fisioterapia, os primeiros anos de profissão e a consolidação do trabalho na área esportiva e no voleibol. O conteúdo é um dos mais acessados na página do Conselho Regional.

Leia ou relembre.

Na nova entrevista a seguir, Dr. Guilherme Tenius revela sua emoção ao ser escolhido como um dos homenageados com a Medalha Dr. Fernando Lemos e comenta sobre a importância do tema da XVI Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2 – Etapa Fisioterapia, que será realizada nos dias 27 e 28 de outubro de 2016, na Uerj.


Crefito-2: Como você recebe a notícia desta homenagem com a Medalha Dr. Fernando Lemos? Comente sobre a importância deste reconhecimento por parte do Conselho.

Dr. Guilherme Tenius: Eu recebi a notícia no primeiro momento com surpresa, e depois fiquei muito feliz e honrado. Passou um filme na minha cabeça, de todos esses anos – são 21 anos de formado – e deu para ver que quando você recebe uma homenagem desse padrão, vê que conseguiu fazer alguma coisa pela profissão. Você cai na real, cai a ficha, e começa a ver que tem uma parcela de contribuição importante. É muito bacana a gente poder passar isso para as pessoas, passar nosso conhecimento, principalmente estimulando novos alunos e novos profissionais a seguirem na carreira. Passar a fazer parte de um seleto grupo de fisioterapeutas do esporte, como o meu amigo e contemporâneo Henrique Jatobá, Ana Paula Alves, Nilton Petroni, José Roberto Prado Jr, Claudionor Delgado, Odir de Souza, verdadeiros “monstros” da Fisioterapia, é motivo de muito orgulho. Então, eu fiquei muito honrado mesmo, de verdade. Não passava pela minha cabeça isso, fui pego de surpresa, mas, por outro lado, fiquei muito feliz.


Crefito-2: Neste ano, a segunda etapa da Jornada Científica do Crefito-2 abordará o tema: "Fisioterapia: Educação Continuada e Aprimoramento Profissional". Comente sobre importância da formação de qualidade e da educação continuada para o fisioterapeuta.


Dr. Guilherme Tenius: A educação é a base de tudo. Eu acho que o Brasil se encontra na situação que está por conta do baixo investimento em educação. Aí, os outros setores ficam realmente comprometidos por falta de capacitação, e na Fisioterapia não é diferente. Eu acho que, como toda profissão, você tem que se aprimorar o tempo todo, estar o tempo todo atualizado, e a Fisioterapia é isso. A evolução é tão rápida, tão grande, que a cada seis meses aparece uma coisa nova, que a gente tem até que tomar cuidado também. É tanta coisa nova que não dá para a gente acreditar em tudo, e acabar se esquecendo do que a gente aprendeu lá atrás, na faculdade, que eu chamo da tríade básica da Fisioterapia do Esporte – diminuição da dor, reabilitação dos movimentos e ganho de força. Então, a gente tem eu estar alerta, sempre se atualizando, mas preocupado com o que de novidade está aparecendo. A gente tem que correr atrás da ciência, da comprovação científica, e isso é fundamental. Tive a oportunidade de viajar [por todo] o mundo, ao longo desses 20 anos, troquei muitas ideias com muitos profissionais da área e isso me levou a ter certeza de que a gente está no topo da Fisioterapia no mundo. Não vejo ninguém com profissionais e com metodologias de trabalho que sejam superiores à nossa. Eu colocaria o Brasil, apesar de toda dificuldade que o país atravessa, num nível igual ou superior aos principais países mais desenvolvidos do mundo. Mas o profissional que está começando, o profissional que está atuando no esporte, principalmente, que é minha área, tem que estar sempre alerta no que tem de novidade e que novidades são essas, e não apenas sair usando indiscriminadamente.

 


SERVIÇO 


 
 
 
  • Imprimir este conteúdo
  •  
  • Salvar este conteúdo
  •  
  •  
  •  
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  • Compartilhar no Whatsapp
  •  
 
 

Deixe aqui seu comentário

Ícone do comentário
 
Sede
Rio de Janeiro
Rua Félix da Cunha, 41
Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20260-300
Telefone: (21) 2169-2169
E-mail: faleconosco@crefito2.org.br
Site: www.crefito2.gov.br


Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.
Subsede
Sul Fluminense
(Volta Redonda - RJ)
Rua 18-B, 43, Sala 405
Edifício Centro Empresarial - Vila Santa Cecília
Volta Redonda - RJ
CEP: 27260-100
Telefone: (24) 3343-3930
E-mail: subsedevoltaredonda@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
Subsede
Norte Fluminense
(Campos dos Goytacazes - RJ)
Rua Alvarenga Filho, 114, Sala 607
Condomínio CDT - Pelinca
Campos dos Goytacazes - RJ
CEP: 28035-125
Telefone: (22) 3025-2580
E-mail: subsedecampos@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
 
Subsede
Região Serrana
(Teresópolis - RJ)
Av. Feliciano Sodré, 300, Sala 518,
Várzea, Teresópolis - RJ
CEP: 25963-081
E-mail: subsedeteresopolis@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
Subsede
Região dos Lagos
(Cabo Frio - RJ)
Av. Julia Kubistchek, 16, Sala 317, Condomínio Edifício Premier Center,
Centro, Cabo Frio – RJ – CEP: 28.905-000
E-mail: subsedecabofrio@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
Subsede
Baixada Fluminense
(Nova Iguaçu – RJ)
Av. Gov. Roberto Silveira, 470, Sala 227,
Centro, Nova Iguaçu – RJ
CEP: 26210-210
E-mail: subsedenovaiguacu@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.