Rio de Janeiro
Outubro Rosa
A+ A-

Notícias

Crefito-2 homenageia fisioterapeuta com mais de duas décadas de dedicação ao estudo e tratamento da escoliose

Dra. Patricia Italo Mentges receberá a Medalha Dr. Fernando Lemos em reconhecimento à importância de seu trabalho para a Fisioterapia no Rio de Janeiro e no país.

Foto: arquivo pessoal.
Dra. Patricia Italo Mentges: homenageada com a Medalha de Honra ao Mérito Dr. Fernando Lemos pelo Crefito-2, em 2017.

Quando o assunto é escoliose, uma das vozes mais relevantes no Brasil é, sem dúvida, a da fisioterapeuta e educadora física Dra. Patricia Italo Mentges. Seja pela produção de conteúdos sobre a Fisioterapia no tratamento dessa doença, que compartilha em blogs e redes sociais, ou nas ações do Instituto Escoliose Brasil, criado há seis anos, ainda como Projeto Escoliose, com o objetivo de estimular o debate e a conscientização sobre o tema, que considera “um problema de saúde pública”, seu nome é um dos mais respeitados pelos colegas de profissão e pacientes.

Atualmente, Dra. Patricia Italo Mentges é membro ativo da International Society on Scoliosis Orthopaedic and Rehabilitation Treatment (SOSORT) e integra o Comitê Educacional da instituição. Obteve a Certificação SEAS II - SAA - SEAS Advanced Accreditation, na Itália; cursou a formação em Exercícios Terapêuticos pelo National Academy of Sports Medicine (NASM), na Califórnia, Estados Unidos; e é certificada no protocolo GOSS System, sendo habilitada para gerenciamento de coletes GOSS para escoliose. Possui formações em RPG Souchard e Rocabado para disfunções de ATM. Exerceu a docência por 10 anos e implantou a disciplina Anatomia Palpatória na Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro.

Por sua trajetória de dedicação à Fisioterapia, investimento em capacitação no tratamento da escoliose e engajamento na divulgação e no compartilhamento de saberes sobre esta doença, ao longo de mais de duas décadas, o Plenário do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 2ª Região (Crefito-2) aprovou o oferecimento da Medalha de Honra ao Mérito Dr. Fernando Lemos à Dra. Patricia Italo Mentges.


A solenidade de entrega da comenda será realizada no dia 24 de outubro de 2017, durante a abertura da XVII Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2. O evento abordará o tema “Integralidade com Equidade: o olhar do fisioterapeuta no universo feminino”, e promoverá importantes discussões sobre o cuidado com a saúde das mulheres. O assunto está intimamente ligado à atuação da Dra. Patricia como fisioterapeuta, já que a escoliose acomete mais frequentemente o público feminino.


A profissional falou ao Crefito-2 sobre a homenagem que receberá.


Crefito-2: A Medalha Dr. Fernando Lemos é uma comenda entregue anualmente pelo Crefito-2 aos profissionais que se destacam e contribuem para o desenvolvimento da profissião. Como você recebe a notícia desta homenagem? Comente sobre a importância deste reconhecimento por parte do Conselho.

Dra. Patricia Italo Mentges: Sinto-me honrada e ciente do compromisso desta homenagem. Honrada por saber da relevância deste reconhecimento por parte do Conselho que, ao mesmo tempo, aviva a minha responsabilidade em continuar com o trabalho de conscientização da necessidade da implantação da prática baseada em evidências no tratamento da escoliose. A Medalha Dr. Fernando Lemos traz em si uma história exemplar de atuação na área da saúde, do âmbito da assistência (atendimento) ao ensino, valorizando o conhecimento científico-acadêmico, e revela os princípios norteadores de nossa prática, por ter sido ele um pilar das áreas de Fisioterapia e Terapia Ocupacional. Recebê-la, além de reafirmar meu compromisso, renova minhas energias para continuar, pois estamos apenas no início de uma longa estrada, onde o principal obstáculo é a ausência de educação e da correta informação. Entre meus objetivos, humildemente, além de transformar as vidas dos que nos procuram, está o desejo de contribuir para que o profissional de Fisioterapia assuma seu real lugar no tratamento da escoliose, que atinge tantas brasileiras e brasileiros.


Crefito-2: Sua trajetória profissional é marcada por constante aperfeiçoamento e dedicação ao estudo da Fisioterapia no tratamento da escoliose. Como este reconhecimento do Crefito-2 ao seu trabalho pode ajudar a trazer mais visibilidade para o tema e atrair a atenção de mais pesquisadores e profissionais para atuação, estudo, pesquisa e desenvolvimento na área?

Dra. Patricia Italo Mentges:
 Sim, a escoliose exige constante aperfeiçoamento, que tive que buscar fora do país. Os centros especializados de tratamento conservador (não cirúrgico) da escoliose estão localizados, principalmente, na Europa. Em maio desse ano, tive a honra de ser a primeira fisioterapeuta a realizar uma apresentação oral no Congresso da Sosort (International Society on Scoliosis Orthopaedic and Rehabilitation Treatment). A Sociedade Internacional de Tratamento Ortopédico e Reabilitação da Escoliose é a maior e mais importante organização nesta área. Como consequência, fui convidada a fazer parte do Comitê Educativo desta entidade. Agora, com esta Medalha e o reconhecimento do Crefito-2, acredito e espero que o assunto tenha mais visibilidade.

Há 22 anos me dedico ao tratamento e estudo da escoliose e, há seis, concretizei um sonho fundando o Projeto Escoliose Brasil, hoje Instituto Brasileiro de Escoliose. Ao longo desse período, temos consolidado inúmeras atividades, entre elas o Encontro Anual de Escoliose, um evento gratuito para a conscientização das pessoas, que já conta com cinco edições.


Precisamos urgentemente da conscientização de nossos pares: dos docentes, para que se leve aos acadêmicos uma informação correta e atualizada a respeito da escoliose, pois não é mais possível esta doença ser tratada com tanta superficialidade, a ponto de ser abordada como um problema postural; dos pesquisadores, para que se criem campanhas, projetos de lei como o que estivemos envolvidos na criação, voltados para a detecção precoce nas escolas (o que abre campo de atuação); e da sociedade, para que esta área possa se desenvolver. 


Prioritariamente, é preciso seguir as diretrizes de tratamento para torná-lo mais seguro e eficaz. Esse deve ser o primeiro passo e é a mais importante decisão a ser tomada.


Hoje, infelizmente, a realidade do Brasil é triste (como pude comprovar na pesquisa que apresentei na Sosort, sobre a produção científica a respeito da escoliose no nosso país), com um índice de cirurgias que, se houvesse o devido conhecimento, a prática baseada em evidências por meio da utilização de métodos e abordagens com o devido respaldo científico, não seria tão alto. A cirurgia nunca deveria ser o tratamento de escolha, e sim a última opção, quando tudo oferecido anteriormente tiver falhado.



Crefito-2 - A entrega da Medalha ocorre na abertura da Jornada Científica de Fisioterapia. Neste ano, o evento abordará o tema: "Integralidade com Equidade: o olhar do fisioterapeuta no universo feminino". Como mulher e fisioterapeuta, comente um pouco sobre a relevância desse debate proposto pelo Crefito-2, especialmente sabendo que a escoliose é mais comum entre as mulheres. 


Dra. Patricia Italo Mentges: Primeiramente, “integralidade” e “equidade” são termos que nos remetem a políticas públicas. A integralidade na saúde tem como objetivo associar promoção, diagnóstico precoce, limitação de dano e reabilitação. Tudo o que a escoliose demanda, entrelaçando, então, prevenção e assistência. A equidade, substantivo feminino que tem como sinônimo igualdade, pode significar imparcialidade, reconhecimento dos direitos de cada um e justiça reta e natural. Ambos estariam na base do que se define como saúde pública. Em 2012, concedi uma entrevista ao Crefito-2 onde afirmava que escoliose é um problema de saúde pública. Este assunto não poderia ser mais atual e oportuno.


Agradeço mais uma vez, especialmente nessa ocasião que tanto me honra, por poder esclarecer um pouco mais sobre este universo complexo da escoliose, principalmente o da escoliose idiopática do adolescente, uma patologia que afeta mais as mulheres e que necessita de detecção precoce, tratamento especializado adequado e profissionais devidamente certificados.


A escoliose afeta as pessoas em todas as fases da vida, pois existe a escoliose congênita, a infantil, a juvenil, a do adolescente e a do adulto, que tem aumentado sua incidência. Pode ser causada por diferentes fatores, mas, a condição mais comum é a escoliose idiopática, sem causa conhecida, e que geralmente se desenvolve durante a adolescência e de forma intrigante. Ela é, de longe, muito mais comum em meninas e, além disso, há evidência de que é mais progressiva em pacientes do sexo feminino. Como mulher e fisioterapeuta, aproveito este momento para trazer à baila este assunto ainda tão desconhecido e convidar a todos a uma reflexão profunda sobre este tema. Temos muito a conquistar e só poderemos ocupar o espaço conquistado por muitas de nossas antecessoras com a devida habilitação, capacidade de atuação em alto padrão, inteiras, completas, levando o feminino ao seu devido florescer.


XVII JORNADA CIENTÍFICA DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DO CREFITO-2 - ETAPA FISIOTERAPIA

TEMA: "INTEGRALIDADE COM EQUIDADE: O OLHAR DO FISIOTERAPEUTA NO UNIVERSO FEMININO"

LOCAL: TEATRO ODYLO COSTA, FILHO (UERJ)

ENDEREÇO: RUA SÃO FRANCISCO XAVIER, 524, MARACANÃ, RIO DE JANEIRO - RJ 

DATA: 24 E 25 DE OUTUBRO DE 2017

INSCRIÇÕES GRATUITAS: FORMULÁRIO ON-LINE

(*) CERTIFICADO COM COMPROVAÇÃO DE CARGA HORÁRIA



 
 
 
  • Imprimir este conteúdo
  •  
  • Salvar este conteúdo
  •  
  •  
  •  
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
 
 

Deixe aqui seu comentário

Ícone do comentário
 


 
Sede
Rio de Janeiro
Rua Félix da Cunha, 41
Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20260-300
Telefone: (21) 2169-2169
E-mail: faleconosco@crefito2.org.br
Site: www.crefito2.gov.br


Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.
Subsede
Sul Fluminense
(Volta Redonda - RJ)
Rua 18-B, 43, Sala 405
Edifício Centro Empresarial - Vila Santa Cecília
Volta Redonda - RJ
CEP: 27260-100
Telefone: (24) 3343-3930
E-mail: subsedevoltaredonda@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.
Subsede
Norte Fluminense
(Campos dos Goytacazes - RJ)
Rua Alvarenga Filho, 114, Sala 607
Condomínio CDT - Pelinca
Campos dos Goytacazes - RJ
CEP: 28035-125
Telefone: (22) 3025-2580
E-mail: subsedecampos@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.
 
Crefito-15
Espírito Santo
Rua Misael Pedreira da Silva, 98, Salas 307/309/310 - Praia do Suá
Vitória - ES - CEP: 29056-940
Telefone: (27) 3227-6616
Fax: (27) 3345-6103
E-mail: crefito15@crefito15.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

(Jurisdição do Crefito-2 foi desmembrada. Criado novo Conselho Regional responsável pelo Espírito Santo).
COFFITO
Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional
SRTS Quadra 701, Conjunto L
Edifício Assis Chateaubriand,
Bloco II, Salas 602/614
Brasília - DF
CEP: 70340-906
Telefone: (61) 3035-3800
E-mail: coffito@coffito.org.br
Site: www.coffito.org.br