Rio de Janeiro
A+ A-

Notícias

Publicado em: 29/07/2020

Conecta Quarta: estudos da Fiocruz e UFJF demonstram que novo coronavírus influencia na dinâmica sanguínea.


A dificuldade de coagulação em pessoas com casos mais sérios da COVID-19, foi o foco de um estudo realizado pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) e pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em parceria com hospitais e centros de pesquisa do Rio de Janeiro. Baseado em evidências anteriores, o estudo que foi publicado na revista Blood, principal referência nesse segmento, constatou que além de afetar os pulmões, a COVID-19 desequilibra os processos de coagulação sanguínea.


O foco da investigação, foi entender quais são os impactos do vírus no sangue e principalmente, para as plaquetas, que são células fundamentais no processo de coagulação. Para essa análise, foram coletadas amostras de sangue e do trato respiratório de pacientes com quadros graves de COVID-19, pacientes com alterações leves, assintomáticos e pessoas saudáveis.


Segundo a pesquisa, os pacientes geralmente apresentam coagulação exagerada, com formação de agregados de células sanguíneas e proteínas, que são chamados de trombos, que podem prejudicar a circulação do sangue e provocar trombose, infartos ou embolia pulmonar. Essas características foram observadas pelos pesquisadores em casos mais graves da doença e, inclusive, em casos fatais.


Para os responsáveis pela pesquisa, identificar os fatores que causam essas alterações é fundamental para se estabelecer novas terapias para esses pacientes. Além disso, os resultados possibilitam a continuidade da investigação para identificar terapias capazes de atuar nos eventos de ativação plaquetária na COVID-19.


Além do IOC e da UFJF, participaram da pesquisa o Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde (CDTS/Fiocruz), Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz), Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer e Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino. O trabalho foi financiado pela Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), Programa Inova Fiocruz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e pelo Instituto D’Or.

 

Fonte: Fiocruz

 
 
 
  • Imprimir este conteúdo
  •  
  • Salvar este conteúdo
  •  
  •  
  •  
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  • Compartilhar no Whatsapp
  •  
 
 

Deixe aqui seu comentário

Ícone do comentário
 
Sede
Rio de Janeiro
Rua Félix da Cunha, 41
Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20260-300
Telefone: (21) 2169-2169
E-mail: faleconosco@crefito2.org.br
Site: www.crefito2.gov.br


Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.
Subsede
Norte Fluminense
(Campos dos Goytacazes - RJ)
Rua Alvarenga Filho, 114, Sala 607
Condomínio CDT - Pelinca
Campos dos Goytacazes - RJ
CEP: 28035-125
Telefone: (22) 3025-2580
E-mail: subsedecampos@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Terças e quintas, das 10h às 16h.
Subsede
Região Serrana
(Teresópolis - RJ)
Av. Feliciano Sodré, 300, Sala 518,
Várzea, Teresópolis - RJ
CEP: 25963-081
E-mail: subsedeteresopolis@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
 
Subsede
Região dos Lagos
(Cabo Frio - RJ)
Av. Julia Kubistchek, 16, Sala 317, Condomínio Edifício Premier Center,
Centro, Cabo Frio – RJ – CEP: 28.905-000
E-mail: subsedecabofrio@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
Subsede
Baixada Fluminense
(Nova Iguaçu – RJ)
Av. Gov. Roberto Silveira, 470, Sala 227,
Centro, Nova Iguaçu – RJ
CEP: 26210-210
E-mail: subsedenovaiguacu@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.