Rio de Janeiro
A+ A-

Notícias

Publicado em: 30/09/2016

A Dra. Marcia Garcia Rogério será uma das homenageadas pelo Crefito-2

Terapeuta ocupacional receberá a comenda do Conselho Regional na abertura da XVI Jornada Científica – Etapa Terapia Ocupacional.

Dra. Marcia Garcia Rogério é terapeuta ocupacional, especializada em Reabilitação do Membro Superior e em Docência Superior. Atualmente trabalha no Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói, fazendo atendimento nas enfermarias, CTI, Unidade semi-intensiva, suporte e capacitação técnico-científico da equipe de terapeutas ocupacionais. Além disso, Dra. Marcia Rogério lançou em outubro do ano passado no Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional, no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro, o livro “Tecendo Vida em Vidas: Olhares da Terapia Ocupacional em Hospital”. O livro traz diversas histórias vividas pela profissional, que demonstram formas de abordagem do terapeuta ocupacional em hospitais.  

 

A especialista é uma das referências na Reabilitação Física e faz jus à homenagem que será prestada pelo Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 2ª Região (Crefito-2) nos dias 7 e 8/10, no Espaço Cultural Dr. Ruy Gallart de Menezes, no Crefito-2.

 

Saiba um pouco mais da homenageada na entrevista concedida pela profissional ao Crefito-2.

 

Crefito-2: Como foi receber a notícia desta homenagem? Comente sobre a importância deste reconhecimento por parte do Conselho.

 

Dra. Marcia Garcia Rogério: A notícia me causou, inicialmente, certa surpresa, mas também muita alegria, por ver que todo o esforço que venho fazendo desde o início da minha formação, em busca de um atendimento de qualidade para os pacientes/usuários - com respeito e ética -, estava sendo reconhecido pelo nosso Conselho. É como se dessem um certificado de aprovação ao trabalho que venho desenvolvendo. Uma clínica com base científica, mas com muito afeto e responsabilidade pelas pessoas que nos chegam. 

 

Crefito-2: Este ano, o tema que a Jornada Científica de Terapia Ocupacional do Crefito-2 vai abordar é: “Casa comum, nossa responsabilidade: lugar onde habitam os inúmeros estados dos seres”, une duas discussões. Primeiro “Casa Comum, Nossa Responsabilidade” é o tema da Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2016, que tem por objetivo o debate de questões relativas ao saneamento básico, desenvolvimento, saúde integral e qualidade de vida aos cidadãos. E a segunda, a citação “Lugar Onde Habitam os Inumeráveis Estados dos Seres” é uma referência utilizada pela Dra. Nise da Silveira, cunhada a partir do pensamento de Antonin Artaud. O evento também abordará a importância da Dra. Nise para a terapia ocupacional. Qual sua opinião sobre esses assuntos e no que podem contribuir para a Terapia Ocupacional?

 

Dra. Marcia Garcia Rogério: A Terapia Ocupacional tem como objetivo proporcionar uma melhor qualidade de vida aos indivíduos que nos procuram com as mais diversas necessidades. A fim de melhorar/facilitar ao indivíduo a sua performance ocupacional, é preciso que a ação seja contextualizada e que seu entorno permita condições básicas de moradia, deslocamento, acessibilidade em suas diversas expressões, saúde, educação, trabalho. Sem essas aquisições mínimas o indivíduo sobrevive em condições sub-humanas, e como tal começa a agir e reagir. Assim, encontramos os "Inumeráveis Estados dos Seres" com variada diversidade ocupacional, variadas demandas e possibilidades, e variadas situações e histórias de vida, enriquecendo o nosso convívio e nos auxiliando a compreender melhor o outro como sujeito, receptor e ator de sua vida. Poder discutir sobre isso é de suma importância para que possamos apurar nosso olhar, desenvolvendo estratégias de tratamento e acompanhamento que atendam ao ser humano de maneira global, em cada necessidade específica.    

 

Crefito-2: O que mais marcou sua vida como terapeuta ocupacional? 

 

Dra. Marcia Garcia Rogério: Muitas situações e momentos da própria Terapia Ocupacional marcaram minha vida profissional. Os próprios paradigmas da profissão foram se modificando com o desenvolvimento do estudo da ciência ocupacional. Mas acredito que o que posso destacar como de maior importância em minha trajetória vem sendo tudo aquilo que aprendo no dia a dia com todas as pessoas com as quais lidamos na clínica, com suas necessidades, com a forma como encaram os momentos de dificuldade, no lidar com a dor de cada um. 

 

Crefito-2: Recentemente a senhora lançou o livro “Tecendo Vida em Vidas: Olhares da Terapia Ocupacional em Hospital”. Qual foi a sua motivação para escrevê-lo e o que podemos encontrar nele? 

 

Dra. Marcia Garcia Rogério: O livro brotou a partir de situações vivenciadas na prática hospitalar que chegavam ao meu coração como pérolas que não poderiam ser desprezadas ou esquecidas. Assim, praticamente todos os dias, quando eu chegava do trabalho, eu escrevia aquilo que tinha ocorrido, com os diálogos que eu entendia como ricos, e que, pela alegria ou pela dor, faziam eco em minha mente. Sempre tive muita paixão pela Terapia Ocupacional, assim como pelos indivíduos com os quais contracenava na escola da vida. Assim, no momento em que vários agentes dessa história se encontraram com objetivos comuns, a vivência no hospital passou a enriquecer-me muito mais.  

De início pensei em fazer registros pessoais, mas aos poucos, outras pessoas que também leram algumas histórias, começaram a estimular quanto a possibilidade de publicação. E a partir daí ele nasceu. O livro relata situações, com quadros clínicos os mais variados, apontando as estratégias de tratamento utilizadas, mas preocupando-se, principalmente, com a visão humana que se pode desenvolver na prática hospitalar, tanto com relação aos pacientes/usuários, como com relação aos acompanhantes, também partícipes do contexto de sofrimento em que se desenvolve o tratamento.   

 

Crefito-2: Quais são suas perspectivas e anseios para o futuro da especialização em Reabilitação Física? 

 

Dra. Marcia Garcia Rogério: O que mais desejo na Reabilitação Física é que, para além do avanço científico, do desenvolvimento de novas técnicas de avaliação e tratamento, do aprimoramento profissional, tão necessários para a escolha de uma abordagem adequada ao usuário que nos chegam, haja a preocupação com o aspecto humano, social e espiritual da pessoa. Que ela possa participar daquilo que será desenvolvido no tratamento, que esse seja contextualizado e não encerrado entre as paredes do local de atendimento. A vivência da função ocupacional é pessoal, individual e intransferível.  

 

Crefito-2: Que mensagem a senhora daria para um terapeuta ocupacional em início de carreira ou um acadêmico de Terapia Ocupacional? 

 

Dra. Marcia Garcia Rogério: Futuro colega, continuador do trabalho que atualmente vem sendo desenvolvido, leia muito, estude, não permita que sua mente e seus sentimentos estacionem numa zona de conforto onde as situações se repetem, sem envolvimento e comprometimento. Tenham a certeza de que optaram por uma carreira linda e desafiadora, e espero sinceramente que esse desafio seja diário em suas vidas, que haja sempre uma inquietação quanto ao que se pode fazer a mais. É isso o que diferencia o profissional comprometido daquele que leva sua profissão sem engajamento e preocupação com o sujeito que nos chega. Bem-vindos ao grupo de estudos avançados e permanente da Terapia Ocupacional. 

 
 
 
  • Imprimir este conteúdo
  •  
  • Salvar este conteúdo
  •  
  •  
  •  
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  • Compartilhar no Whatsapp
  •  
 
 

Deixe aqui seu comentário

Ícone do comentário
 
Sede
Rio de Janeiro
Rua Félix da Cunha, 41
Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20260-300
Telefone: (21) 2169-2169
E-mail: faleconosco@crefito2.org.br
Site: www.crefito2.gov.br


Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.
Subsede
Sul Fluminense
(Volta Redonda - RJ)
Rua 18-B, 43, Sala 405
Edifício Centro Empresarial - Vila Santa Cecília
Volta Redonda - RJ
CEP: 27260-100
Telefone: (24) 3343-3930
E-mail: subsedevoltaredonda@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
Subsede
Norte Fluminense
(Campos dos Goytacazes - RJ)
Rua Alvarenga Filho, 114, Sala 607
Condomínio CDT - Pelinca
Campos dos Goytacazes - RJ
CEP: 28035-125
Telefone: (22) 3025-2580
E-mail: subsedecampos@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
 
Subsede
Região Serrana
(Teresópolis - RJ)
Av. Feliciano Sodré, 300, Sala 518,
Várzea, Teresópolis - RJ
CEP: 25963-081
E-mail: subsedeteresopolis@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
Subsede
Região dos Lagos
(Cabo Frio - RJ)
Av. Julia Kubistchek, 16, Sala 317, Condomínio Edifício Premier Center,
Centro, Cabo Frio – RJ – CEP: 28.905-000
E-mail: subsedecabofrio@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
Subsede
Baixada Fluminense
(Nova Iguaçu – RJ)
Av. Gov. Roberto Silveira, 470, Sala 227,
Centro, Nova Iguaçu – RJ
CEP: 26210-210
E-mail: subsedenovaiguacu@crefito2.org.br

Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.